Record: iniciativa busca construir um canteiro de obras mais inclusivo

Descrição da imagem

Nos canteiros de obras da Construtora Record – entre eles os do Harmony Medical Farol, Versa Ponta Verde e Jardins Maria Luiza – o trabalho não se limita apenas à construção de edifícios impressionantes. Há anos a empresa desenvolve um trabalho de desenvolvimento humano com seus colaboradores que vai muito além do concreto e das ferragens.

Com planejamento e execução da empresa Phasis Núcleo de Humanização, a construtora promoveu recentemente uma série de eventos de conscientização sobre inclusão social entre os trabalhadores, abordando questões sensíveis mas negligenciadas há muito tempo pelo setor.

Em um esforço para trazer mudanças significativas nos canteiros Record, a Phasis Núcleo de Humanização introduziu entre os colaboradores a Cartilha da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC) abordando temas críticos como: racismo, inclusão da mulher na construção civil, contratação de pessoas com deficiência, segurança do trabalho e os direitos da comunidade LGBTQIA+.

“Num primeiro momento, os trabalhadores participaram de discussões abertas sobre esses tópicos, inclusive promovendo rodas de conversa e apresentações demonstrando o entendimento deles sobre tais temas. Foi um passo corajoso e essencial para construir um ambiente mais inclusivo no local de trabalho”, comentou a coordenadora da iniciativa a psicóloga Lucidea Tenorio.

Além disso, o canteiro de obras do Harmony Farol teve a honra de receber recentemente a juíza Carolina Valões, uma defensora incansável dos direitos da comunidade LGBTQIA+. Sua presença trouxe um entendimento mais profundo sobre a importância da igualdade e do respeito à diversidade. “A palestra foi um marco na construtora, impactando positivamente a mentalidade dos trabalhadores”, acrescentou Lucidea.

E finalizou: “A Construtora Record e a Phasis Núcleo de Humanização estão demonstrando que, além de construir estruturas sólidas, também é possível construir um futuro mais justo e igualitário entre os trabalhadores. É um exemplo inspirador de como a iniciativa privada pode desempenhar um papel fundamental na promoção da diversidade e na luta contra a discriminação em um canteiro de obras que, além de erguer edifícios, ajuda a construir uma sociedade mais justa e inclusiva através da mudança cultural”.

Encontro com a juíza Carolina Valões

Workshops com os trabalhadores do Harmony Farol, Versa Ponta Verde e Jardins Maria Luiza

 

 

Veja mais

Descubra os mirantes de Maceió com as mais belas vistas

Maceió, a encantadora capital de Alagoas, oferece não apenas belas praias e gastronomia única, mas também proporciona a oportunidade de […]

Ponta Verde: como é morar na região mais desejada de Maceió

Na busca pelo lugar ideal para morar, a localização é um fator muito importante. Elementos como segurança, praticidade e conveniência […]

Conheça o projeto do Boulevard São Gonçalo

O Boulevard São Gonçalo, uma parceria entre a Construtora Record e a prefeitura de Maceió, é um novo projeto situado […]

Receba nossas novidades

Participe da comunidade e receba uma seleção com os nossos
melhores conteúdos sobre design, arquitetura, comportamento
e o mercado de imóveis em Maceió.